25.10.2018 | 15h50

Zema suspeito de abuso de poder

O Ministério Público de Minas Gerais investiga se o candidato ao governo pelo Novo, Romeu Zema, cometeu crime de abuso de poder econômico em benefício da própria candidatura por meio de sua cadeia de lojas, informa a Folha.

Diligências foram feitas em 41 cidades onde o empresário tem loja para saber se houve tentativa de coação de funcionários. No dia 10, a Justiça obrigou o candidato a retirar propaganda com seu nome no interior dos estabelecimentos e em caminhões.


Mais conteúdo sobre:

Romeu Zemaeleiçõesminas gerais
VOLTAR PARA O ESTADÃO