09.03.2019 | 14h11

Witzel pavimenta rumo ao Planalto

Eleito com impulso da retórica bolsonarista, o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), não esconde suas pretensões de ser presidente da República, como tem defendido o presidente de seu partido, Pastor Everaldo (RJ), da Assembleia de Deus de Madureira. Aos que o rodeiam, diz que, antes, será preciso fazer um bom governo. De momento, o que pode ser feito é descolar sua imagem à do presidente da República, informa a Folha, afastando aliados de Bolsonaro de seu governo, como o ex-juiz Gutemberg de Paula Fonseca, ou apoiando a oposição, como visto na campanha de André Ceciliano (PT) à presidência da Alerj. Segundo a publicação, é possível ainda que os infieis do PSL que apoiaram o petista migrem para o PSC de Witzel e Everaldo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO