20.10.2018 | 09h48

WhatsApp sem novas restrições no Brasil

O WhatsApp, que teria sido usado para disseminação de fake news, não pretende fazer novas alterações ligadas a mensagens encaminhadas ou à criação de grupos na reta final das eleições brasileiras. Um porta-voz da da companhia na Califórnia disse à BBC News Brasil que a empresa “não tem planos” de repetir a restrição de encaminhamento de mensagens para até cinco pessoas ou grupos implementada na Índia. Desde junho, os usuários brasileiros podem encaminhar mensagens para até 20 contatos – antes, o total poderia chegar a 250.

O WhatsApp também não pretende reduzir o número de grupos que podem ser criados por um mesmo usuário, nem a quantidade de pessoas participando de um mesmo grupo. As propostas, consideradas por diversos analistas como uma forma de “censura”, foram feitas à empresa nesta semana por pesquisadores e organizações que atuam na área digital no Brasil e encampadas pelo PT em suas sugestões ao TSE.


Mais conteúdo sobre:

whatsappPTTSE
VOLTAR PARA O ESTADÃO