15.05.2019 | 15h53

Weintraub: ‘Quem caiu por manobra contábil foi Dilma’

Abraham Weintraub subiu o tom pela primeira vez ao ser questionado pelo deputado Orlando Silva (PC do B-SP), autor do requerimento que resultou em sua convocação pelo plenário da Câmara. Questionado sobre os números do contingenciamento de gastos na Educação e sobre o que seriam manobras do MEC para justificá-lo, respondeu: “Quem caiu por manobra contábil foi a senhora Dilma Rousseff”.

O ministro afirmou que quem produziu a “tragédia” da Educação brasileira não foi o governo atual, e sim os anteriores. “Não somos responsáveis pelo desastre da Educação”, afirmou. Ele disse que o orçamento atual, que está sendo contingenciado, foi aprovado “pelo Congresso anterior e pelo governo anterior, de Dilma Rousseff e Michel Temer”. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO