13.09.2018 | 20h18

Wagner livre da sombra do plano B

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner não demonstra um pingo de arrependimento por não ter aceitado incluir seu nome nas discussões sobre o plano B do PT para ocupar a vaga de Lula na corrida presidencial.

Wagner, que lidera as pesquisas na Bahia para a disputa pelo Senado, acha que a chapa com Fernando Haddad e Manuela D’Ávila aponta para uma renovação necessária dentro do PT e do País. E lembra que seu estilo político, mais parecido com o de Lula, talvez não fosse o mais recomendado para o momento que o Brasil enfrenta. /M.M.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO