31.03.2018 | 07h26

Vou negar até o fim

Na estratégia para tentar reverter o estrago na sua imagem, Michel Temer estuda fazer um pronunciamento público sobre a prisão de seus amigos e sobre o Decreto dos Portos, colocado sob suspeita na Operação Skala, da Polícia Federal, informa a Coluna do Estadão.

Segundo a Coluna, “a exemplo do que fez com o Rodrigo Janot, quando o acusou de tentar condená-lo sem provas, o presidente vai voltar a dizer que não há absolutamente nada de irregular no decreto que justifica um novo pedido de investigação pela procuradora-geral, Raquel Dodge”.


Mais conteúdo sobre:

Michel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO