16.04.2018 | 16h52

Entre ricos, Bolsonaro tem 26% espontâneos

Chama a atenção na pesquisa Datafolha a pequena diferença entre a votação de Jair Bolsonaro na espontânea (11%) e na estimulada (em que varia de 15% a 17%). Isso mostra, na avaliação de especialistas, um voto consolidado muito forte. Esse índice era de 7% há um ano. Entre os mais ricos, a menção espontânea a Bolsonaro vai a 26%.

Lula, por exemplo, que ainda tem 31% quando seu nome aparece no cartão, empata com o candidato do PSL na votação espontânea, com 13% (índice decrescente, aliás). / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO