17.10.2018 | 17h57

‘Volume de fake news não é alarmante’

O vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, minimizou o impacto de informações falsas na campanha eleitoral, após uma videoconferência realizada entre membros do conselho consultivo de fake news do TSE e representantes do WhatsApp, no Vale do Silício, na Califórnia (EUA).

“O volume de informações mentirosas não tem esse número alarmante. Nós estávamos preparados, um ano atrás, era um cenário mais grave do que aquele que aconteceu”, disse Medeiros à Folha. “O nível de desinformação que circulou circula num nível interpessoal e não num nível institucional, com sites falsos, veículos falsos de comunicação. Existe muito rumor, muita intriga, maledicência, sim, mas isso tem acontecido num nível interpessoal.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO