22.08.2018 | 11h51

TSE mantém vídeo do MBL sobre Ciro no ar

O PDT, do presidenciável Ciro Gomes, foi derrotado de novo, agora no mérito, ao tentar tirar do ar um vídeo de Arthur do Val, ligado ao MBL e candidato a deputado estadual pelo DEM em São Paulo. Em representação junto ao TSE, o PDT alegava que o vídeo, intitulado Coroné quer ser presidente – Assista e saiba mais sobre Ciro Gomes, contém “informações falsas e ofensivas” a Ciro. Em 11 de julho, a ministra Rosa Weber, hoje presidente do TSE, já havia negado pedido de liminar ao PDT na mesma ação.

“As afirmações constantes do vídeo se voltam à postura política de Ciro Gomes – candidato à Presidência da República pela agremiação partidária representante –, assumindo o sentido de crítica, e não de humilhação”, diz o ministro Og Fernandes em sua decisão. “É natural que pessoas públicas, como o candidato, estejam sujeitas a maior escrutínio por parte da opinião pública, o que não revela, por si só, violação dos direitos da personalidade.” / José Fucs

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO