19.09.2018 | 19h29

Vão diminuir as barganhas?

Se Jair Bolsonaro chegar ao segundo turno estará enterrando a máxima que uma ampla aliança partidária é necessária para se ter competitividade por causa do tempo de propaganda eleitoral e dos palanques regionais.

Mas o melhor efeito colateral é que deverão diminuir as barganhas feitas pelos candidatos para abrigar o maior número possível de aliados na mesma chapa. Se Bolsonaro provar que isso não é mais necessário, a turma do “toma lá, dá cá” vai sofrer um baque. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO