17.04.2018 | 07h15

Vale prova de delação anulada?

É esta pergunta do título que a Primeira Turma do STF vai responder hoje, subsidiariamente, quando decidir se Aécio Neves se tornará réu.

A Folha lembra que a operação controlada que o flagrou pedindo dinheiro a Joesley Batista se deu a partir da delação de Joesley Batista e demais executivos da J&F, que depois foi anulada por suspeita de irregularidades na sua negociação. A Primeira Turma, que julga Aécio, tende a ser mais dura que a Segunda ao analisar crimes como corrupção e organização criminosa.


VOLTAR PARA O ESTADÃO