18.05.2018 | 21h06

Uns entram, outros saem

Bem no dia em que José Dirceu se entregou para começar a cumprir pena no âmbito da Operação Lava Jato, o ministro Gilmar Mendes decidiu pela soltura de quatro investigados na Operação Rizoma, entre eles Marcelo Sereno, braço-direito de Dirceu na Casa Civil e ex-secretário nacional de Comunicação do PT.

Os outros investigados que ganharam liberdade foram Ricardo Siqueira Rodrigues, Carlos Alberto Valadares Pereira e Adeílson Ribeiro Teles. Mendes acolheu o pedido dos advogados para que o HC concedido a Milton Lyra fosse estendido para seus clientes.


VOLTAR PARA O ESTADÃO