08.08.2018 | 13h33

Uma Rosa como ‘refrigério’

Prestes a assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral, a ministra Rosa Weber “é um refrigério”, afirma Elio Gaspari em sua coluna na Folha. Ela é descrita como séria, reservada, praticamente “uma magistrada de antigamente”, lembrando que foi a ministra quem deu a última palavra contra o fechamento da fronteira do Brasil com a Venezuela.

“Um atento observador de seu trabalho avisou: ‘Ela é dura que nem pedra, não dá confiança'”, escreve o jornalista.

 


Mais conteúdo sobre:

elio gasparirosa weberSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO