13.01.2019 | 15h59

Uma economia de R$ 266 bilhões

Está em estudo pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, a adoção de medidas para garantir um robusto ajuste das contas públicas. Segundo informa reportagem do Globo, somadas aos efeitos de uma eventual aprovação da reforma da Previdência, essas medidas poderão gerar uma economia de R$ 266 bilhões até 2022, quando termina o mandato do presidente Jair

As propostas incluem frear os reajustes reais dos salários dos servidores públicos, restringir o pagamento do abono salarial e criar uma nova regra de correção para o salário mínimo, que garanta um reajuste apenas com base na inflação.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO