27.04.2018 | 20h18

Uma abocanhada nas emendas

O líder tucano Nilson Leitão apresentou proposta para reduzir o tamanho da mordida da Caixa Econômica nas emendas parlamentares. A abocanhada é feita através da cobrança das taxas de administração desses recursos.

A proposta de Leitão limita a cobrança das taxas de administração a 2,5% dos recursos. Em janeiro, o governo editou uma instrução normativa abrindo brecha para que a taxa variasse de 3,4% a 11,9%. Isso, obviamente, reduziu o valor total que chega até os municípios favorecidos pelas emendas. /M.M.

 


Mais conteúdo sobre:

CongressoNilson Leitão
VOLTAR PARA O ESTADÃO