13.04.2018 | 06h26

Um mês depois, só pistas sobre Marielle

Neste sábado o assassinato de Marielle Franco completa um mês. A polícia ainda parece distante de concluir a investigação: reportagem do Globo mostra que as pistas disponíveis ligam o crime à execução de um PM e um líder comunitário na zona oeste do Rio, ambos ligados ao crime organizado na região.

A polícia vai comparar a impressão digital de ambos com vestígios encontrados nas balas usadas para matar Marielle e o motorista Anderson Gomes.


VOLTAR PARA O ESTADÃO