09.11.2018 | 15h25

UE se recusa a ceder em acordo do Mercosul

Com relações chacoalhadas com o Brasil desde que a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que o Mercosul “não será prioridade” na nova gestão, a União Europeia, por meio da presidente da presidente do Conselho da UE, afirmou que não aceitará reabrir as negociações para a criação de um acordo comercial entre Mercosul e o bloco europeu para atender a eventuais novas exigências do governo, informa o Estadão.

“Desde o meu ponto de vista, não vamos ceder em nada para que se rebaixe os padrões da Europa, tanto na agricultura como nos produtos industriais”, disse. O temor em Bruxelas é de que o novo governo de prioridade aos EUA, o que estaria obrigando o bloco a buscar um acordo antes do final do ano.


Mais conteúdo sobre:

UEMercosul
VOLTAR PARA O ESTADÃO