24.09.2018 | 19h41

Tudo parado na Alesp

Faltando menos de duas semanas para a eleição de novos deputados estaduais para a Assembleia Legislativa de São Paulo, os parlamentares em fim de mandato não votaram nem mesmo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) enviada pelo governador Márcio França em abril.  Segundo reportagem da Folha, essa situação é inédita porque pela primeira vez em anos o Palácio dos Bandeirantes não tem maioria na casa.

Entre as pautas que pararam na mãos dos deputados estão pedido de abertura de crédito para a Sabesp e extinção da carteira previdenciária do Ipesp, que foi enviada para a Alesp pelo próprio Geraldo Alckmin.  Segundo o líder do PSDB na Casa, Marco Vinholi, a culpa é de França que misturou os projetos enviados para a Assembleia com “seus projetos eleitoreiros”. Carlos Cezar, líder do governo, diz que os tucanos estão “criando fatos onde não existem”. “A gente lamenta que o pessoal queira fazer da disputa eleitoral uma situação tão baixa assim”, disse.


VOLTAR PARA O ESTADÃO