09.10.2018 | 21h26

Tucanos paulistas pedem ‘união’ contra França

Com muitas arestas para aparar pela frente, alguns dos principais nomes do PSDB paulista assinaram uma nota de apoio à presidência de Geraldo Alckmin no partido e pedindo união para derrotar Márcio França nas eleições estaduais. “Divergências internas fazem parte do processo democrático e não podem se sobrepor à necessidade de unir a legenda diante do objetivo maior que será vencer as eleições em SP contra o PSB”, afirmam os tucanos na nota.

O manifesto foi assinado por Pedro Tobias, presidente estadual do PSDB, João Jorge, que comanda o diretório paulistano, pelo presidente da Alesp,
Cauê Macris e pelo líder do partido na Assembleia, Marco Vinholi.  Nesta terça-feira, durante reunião da executiva nacional, Alckmin subiu o tom contra João Doria, inclusive insinuando uma “traição” do ex-prefeito.  Alckmin, por sua vez, é próximo de França, que deu uma “flertada” com o tucano após a confirmação do segundo turno.


VOLTAR PARA O ESTADÃO