08.08.2018 | 08h20

‘Tucanos atiram contra Alckmin’

O líder do governo na Assembleia Legislativa de São Paulo, Carlos Cezar, bateu duro na tentativa de tucanos na Casa de abrir uma CPI para apurar irregularidades em uma licitação da Secretaria de Educação denunciada pelo Uol. O deputado disse para o BR18, o PSDB paulista mira em França e vai acabar atingindo o próprio candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin. “Eles estão atirando contra o próprio candidato.  É mais um factoide político às vésperas da eleição”, disse.

“O início desse processo se deu no dia 8 de fevereiro, assinado dia 4 de abril, tudo isso no governo passado (Alckmin deixou o governo no dia 6 de abril para concorrer ao Palácio do Planalto). Estamos há 60 dias das eleições, você sabe que CPI é um instrumento político. O Ministério Público já está com toda a documentação, toda base da investigação. O governador tem lealdade com Geraldo Alckmin indiscutível, não precisamos fazer espetáculo político para desgastar quem quer que seja”, disse, ressaltando que defende as investigações sobre o caso.


VOLTAR PARA O ESTADÃO