10.10.2018 | 17h14

‘Tucano, mas pode me chamar de Bolsominion’

Apesar do PSDB, na figura de seu presidente Geraldo Alckmin, ter declarado neutralidade no segundo turno das eleições, quatro dos seis candidatos aos governos estaduais do partido preferiram exercer a liberdade permitida pelo diretório e declarar apoio a Jair Bolsonaro (PSL): João Doria (SP), Eduardo Leite (RS), Reinaldo Azambuja (MS) e Expedito Júnior (RO). As exceções foram Antonio Anastasia (MG) que preferiu não divulgar seu voto e José de Anchieta (RR) que irá enfrentar Antônio Denarium, que é do mesmo partido que Bolsonaro.

 


Mais conteúdo sobre:

PSDBJair BolsonaroPSL
VOLTAR PARA O ESTADÃO