29.05.2018 | 20h54

TST declara ilegal greve de petroleiros

Segundo a Advocacia-geral da União, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) declarou na noite desta terça-feira, ilegal a greve dos petroleiros prevista para começar nesta quarta-feira, 30. Foi estipulada multa diária de R$ 500 mil em caso de descumprimento.

Segundo afirma a Federação Única dos Petroleiros (FUP) em nota publicada em seu site, a greve duraria inicialmente 72h e não causaria problemas de desabastecimento. Entre as demandas  da FUP estão a redução dos preços do gás de cozinha e dos combustíveis com a mudança da política de preços da Petrobrás e a saída de Pedro Parente do comando da empresa.


VOLTAR PARA O ESTADÃO