01.10.2018 | 19h46

TSE contra post impulsionado

Após representação da Rede de Marina Silva, o ministro Carlos Horbach, do TSE, concedeu liminar determinando a remoção de dois posts favoráveis a Jair Bolsonaro em rede social, impulsionados por um candidato a deputado estadual no Rio Grande do Sul.

Os conteúdos foram publicados na página “Armas S.A.”. A legislação estabelece que só os perfis oficiais dos partidos ou dos candidatos podem impulsionar a propaganda eleitoral mediante pagamento. Com a decisão da Justiça Eleitoral, os posts terão de ser removidos em 48 horas.

 


Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO