19.10.2018 | 20h41

TSE abre investigação contra Bolsonaro

A acusação de que empresários estão pagando para disparar mensagens contra o PT e favorecendo a campanha de Jair Bolsonaro será investigado pela Justiça Eleitoral. O ministro Jorge Mussi aceitou pedido da coligação de Fernando Haddad e deu cinco dias para que a campanha de Bolsonaro e as empresas citadas se manifestem. O magistrado recusou, entretanto, a ordem de busca e apreensão na Havan e na residência do empresário Luciano Hang. As informações são do Estadão.


VOLTAR PARA O ESTADÃO