10.08.2018 | 14h15

Transparência com bens de candidatos

O Tribunal Superior Eleitoral recuou e voltou a obrigar os candidatos a dar detalhes sobre seus patrimônios no sistema de registro de candidaturas.

Reportagem do Globo informa que neste anos os eleitores só teriam acesso ao valor dos bens, mas após críticas o TSE voltou ao modelo antigo, que indica por exemplo endereços de imóveis, nomes das empresas dos candidatos e bancos nos quais eles têm contas.


VOLTAR PARA O ESTADÃO