27.10.2018 | 20h12

Transição terá comando tríplice

O comando da equipe de transição de Jair Bolsonaro, caso se confirme sua eleição neste domingo, será tríplice: a coordenação será dividida entre Gustavo Bebianno (PSL), Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni (DEM).

Guedes cuidará da interlocução com a equipe econômica de Temer. Lorenzoni será o responsável pelas demais áreas, trocando informações diretamente com Eliseu Padilha. E o presidente do PSL será o encarregado pela negociação com os partidos para a composição do governo e da maioria no Congresso. Bolsonaro deverá ir na terça-feira para Brasília, em sua primeira viagem desde que voltou ao Rio depois de ter alta hospitalar. / Vera Magalhães

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO