17.08.2018 | 06h44

‘Toma que o filho é teu’ sobre dívida mineira

O debate entre os candidatos ao governo de Minas Gerais teve como protagonista o “empurra-empurra” da dívida mineira entre tucanos e petistas. Nem Antonio Anastasia, nem Fernando Pimentel quiseram assumir o  déficit bilionário que o estado enfrenta. Pimentel sacou da cartola a “herança maldita” que teria pego do governo tucano. Já Anastasia disse que não adiantava o atual governador “terceirizar seus problemas e não enfrentar sua responsabilidade”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO