27.07.2018 | 19h54

Toffoli suspende indenização para funcionários da Petrobrás

Dias Toffoli, que na ausência de Cármen Lúcia está na presidência do STF, suspendeu nesta sexta-feira, 27, o pagamento de R$ 17 bilhões a 51 mil funcionários da Petrobrás, referentes a indenização no âmbito de 47 ações coletivas e mais de 7 mil individuais concedida pelo TST, a maior ação trabalhista na história da estatal.

“Como se não bastasse, são notórios os efeitos econômicos que a implementação dessa decisão poderá acarretar aos cofres da requerente, a justificar que se aguarde o pronunciamento desta Suprema Corte sobre a matéria, antes de proceder-se à liquidação do julgado proferido pelo TST”, justificou. Segundo o Blog do Fausto, a ação pedia o recálculo de um acordo coletivo de 2007 que concedeu adicionais ao salário, como trabalho noturno, por sobreaviso e confinamento.


VOLTAR PARA O ESTADÃO