09.01.2019 | 15h50

Toffoli rejeita voto aberto na Câmara

O presidente do STF e plantonista durante o recesso do Judiciário, Dias Toffoli, rejeitou na tarde desta quarta-feira, 9, o pedido do deputado federal eleito Kim Kataguiri para que a votação para presidência da Câmara dos Deputados seja aberta. O jovem deputado, que pleiteia ser candidato ao cargo, havia entrado com um mandato de segurança na Corte para tentar garantir a mudança nas regras da eleição na Casa.

Isso pode significar que mudanças podem acontecer também na eleição para presidência do Senado. Antes do recesso, o ministro Marco Aurélio Mello havia dado uma decisão liminar para que a votação entre os senadores fosse aberta e não secreta. Caso Toffoli casse o parecer do colega, isso pode favorecer Renan Calheiros na disputa.


VOLTAR PARA O ESTADÃO