24.09.2018 | 07h41

Toffoli e o respeito às urnas

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, afirma que o “batismo da urna” legitima os poderes e que qualquer resultado das eleições deste ano será respeitado. Ele concedeu entrevista à Folha em que tenta afastar o risco de crise institucional a depender de quem vença o pleito. “Aquele que for eleito em uma democracia tem que ser respeitado por todas as forças políticas e por todos os opositores”, afirmou. Quando questionado sobre possível indulto a Lula, afirmou que esse benefício só pode ser geral, nunca individual.


VOLTAR PARA O ESTADÃO