07.09.2018 | 13h10

Todos contra o relógio na campanha

Uma das muitas incógnitas que as candidaturas presidenciais terão de responder depois do ataque a Jair Bolsonaro é como lidar com a situação administrando o curto tempo de campanha que resta até a eleição.

Faltam apenas trinta dias até o dia de votação. E as campanhas estão se reunindo para reorganizar suas estratégias sob a luz do atentado totalmente pressionadas por essa escassez de tempo. É um grande nó que os candidatos precisarão desatar para chegar ao Planalto. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO