15.05.2019 | 09h19

‘Tempestade perfeita’ na Educação preocupa Planalto

A confluência entre os protestos marcados nesta quarta-feira em todo o País contra o corte de recursos da Educação e a convocação do ministro Abraham Weintraub para depor no plenário da Câmara levaram o Palácio do Planalto a acender um sinal de alerta. A preocupação é que os protestos tenham repercussão internacional exatamente no momento de uma viagem já cercada de contratempos de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos.

Trato desse assunto na minha coluna desta quarta-feira no Estadão, em que analiso ainda a nuvem de desinformação e de falta de gestão no Ministério da Educação, mais de um mês depois de uma troca de ministros, que levou a que a tempestade perfeita se formasse para esta quarta-feira. Bateções de cabeça como a de ontem, em que Bolsonaro teria anunciado a líderes o fim do contingenciamento na pasta, para depois recuar, são sintoma desse estado de coisas. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO