25.05.2018 | 13h34

Temer vê ação de ‘minoria radical’

No pronunciamento em que anunciou o endurecimento do governo em relação aos caminhoneiros, Michel Temer atribuiu o descumprimento do acordo selado na véspera com entidades ligadas aos transportadores a uma “minoria radical”.

Imagens em vários Estados do País, no entanto, mostram que os pontos de bloqueio permanecem em várias estradas. O governo tenta evitar o rompimento dos canais de negociação com os manifestantes, mas o fato é que não é possível saber se se trata, de fato, de uma “minoria” que desafia a trégua. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO