31.03.2018 | 06h47

Temer tenta reação

Depois do estrago político provocado pela prisão de três de seus amigos mais próximos, o presidente Michel Temer reagiu. Em nota oficial, o Planalto vinculou o movimento de Temer em busca da reeleição como a causa da operação que prendeu José Yunes, Coronel Lima e Wagner Rossi.

“O atropelo dos fatos e da verdade busca retirar o presidente da vida pública”, diz a nota. “Bastou a simples menção a possível candidatura para que forças obscuras surgissem para tecer novas tramas sobre velhos enredos maledicentes. No Brasil do século XXI, alguns querem impedir candidatura. Busca-se impedir ao povo a livre escolha”. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Michel Temer
VOLTAR PARA O ESTADÃO