18.02.2019 | 15h09

Temer e FHC falam sobre crise Bebianno

O ex-presidente Michel Temer afirmou na tarde desta segunda-feira, 18, que é preciso dar crédito ao presidente Jair Bolsonaro, que ainda tem pouco tempo de governo. “Ele passou 18 dias no hospital, ficou em Davos, tem pouco tempo. Tem que dar crédito”, afirmou em entrevista à Rádio Bandnews FM, quando questionado sobre a crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Já o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que também participava da entrevista, defendeu que o presidente deve afastar amigos e familiares da condução do governo, e atuar como “árbitro” de diferentes setores governo.”Amigos, família, tudo isso é problemático para quem está no governo”, disse FHC. “Eu sempre procurei esvaziar crise. Eu dizia que a crise entrava grande no meu gabinete, e saía pequena.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO