17.04.2018 | 11h48

Temer e o jogo eleitoral (3)

Para montar essa aliança em torno de si, Michel Temer sabe que precisa combinar com os russos. O tempo dessa união não é já. Seria mais para junho, se tudo convergir.

As conversas com Rodrigo Maia já começaram. Com Henrique Meirelles, o presidente também acha que o  diálogo vai existir. O principal nó está entre os tucanos. Temer e seus aliados acham que Geraldo Alckmin vai insistir com sua candidatura, mesmo que ela não decole. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Michel TemerEleições 2018
VOLTAR PARA O ESTADÃO