29.08.2018 | 13h19

Temer acha defensores de seu legado

O presidente Michel Temer (MDB) diz não se incomodar com os elogios do candidato ao Palácio do Planalto de seu partido, Henrique Meirelles, a Lula. Segundo ele, é “inevitável” não relacionar o ex-ministro da Fazenda ao seu governo. Por outro lado, conforta-se ao ver as promessas de João Amoêdo (Novo) ou Jair Bolsonaro (PSL).

“Paulo Guedes disse que vai continuar fazendo o que eu estou fazendo. Ou seja, é inevitável que ele continue. Ainda ontem, o candidato Amoêdo disse que vai continuar fazendo o que eu estou fazendo”, afirmou à Rádio Jornal de Pernambuco nesta quarta, 29.


Mais conteúdo sobre:

Michel Temereleições
VOLTAR PARA O ESTADÃO