05.04.2018 | 16h40

Telemarketing eleitoral fica para depois

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux pediu vista no julgamento que questiona resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que veta a propaganda eleitoral de telemarketing em qualquer horário, informa o Blog do Fausto.

A ação foi ajuizada pelo PTdoB, que alega que impedir o telemarketing eleitoral é ofender a livre manifestação de pensamento, de consciência, a liberdade de comunicação e de acesso à informação.

 


Mais conteúdo sobre:

STFTSEPropaganda eleitoral
VOLTAR PARA O ESTADÃO