25.09.2018 | 22h38

Telegrama de 2011 é nova polêmica com Bolsonaro

Uma nova polêmica rondou a campanha de Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 25. Reportagem da Folha trouxe um telegrama da embaixada brasileira em Oslo para o Itamaraty em 2011 onde diz que a ex-mulher do deputado federal, Ana Cristina Valle, teria afirmado que Bolsonaro a ameaçou de morte e por isso estaria pedindo asilo na Noruega.  Na época o casal travava uma batalha judicial pela guarda do menino, com 12 anos na ocasião.

A ligação que teria originado o telegrama, segundo Ana Cristina, não teria sido feita por ela e sim por seu marido norueguês. Ana Cristina, que hoje utiliza o sobrenome “Bolsonaro” em sua candidatura ao cargo de deputada federal pelo Podemos, gravou um vídeo nas redes sociais afirmando que “nunca foi ameaçada” pelo ex-capitão. “Ele (Bolsonaro) é muito querido por mim e por todos. Ele não tem essa índole para fazer esse tipo de coisa”, disse.  “Bom pai, bom ex-marido. Foi um bom marido também. Espero que vocês acreditem.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO