10.08.2018 | 19h29

Suspenso decreto contra Marinho

A Justiça Estadual de São Paulo suspendeu, na quinta-feira, 9, o decreto da Câmara dos Vereadores de São Bernardo do Campo (SP) que deixaria o ex-prefeito e candidato ao governo do Estado, Luiz Marinho, inelegível nas eleições 2018, informa Marianna Holanda do Estadão.

Em 20 de junho, os vereadores rejeitaram as contas do ano de 2015 da Prefeitura, quando estava sob gestão de Marinho. O juiz José Carlos de França Carvalho Neto reconheceu que os princípios de ampla defesa não teriam sido respeitados pela Câmara – Marinho alega que não foi previamente intimado.


Mais conteúdo sobre:

Luiz MarinhoPTSão Bernardo do Campo
VOLTAR PARA O ESTADÃO