05.02.2019 | 15h17

STJ manda soltar engenheiros da tragédia

Os dois engenheiros da empresa alemã Tüv Süd, André Jum Yassuda e Makoto Namba, foram beneficiados com um habeas corpus concedido pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça nesta terça, 5, informam Teo Cury e Rafael Moraes Moura, do Estadão. A companhia é responsável pelo laudo que atestou a estabilidade da barragem que rompeu em Brumadinho (MG), deixando centenas de mortos.

Além da dupla, a decisão liminar (provisória) também coloca em liberdade Rodrigo Artur Gomes de Melo, gerente executivo operacional da Vale, Ricardo de Oliveira, gerente de meio ambiente da Vale, e Cesar Augusto Paulino Grandchamp. A decisão vale até que o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais julgue o mérito dos pedidos de liberdade, que foram negados liminarmente no último sábado, 2.


Mais conteúdo sobre:

Brumadinho
VOLTAR PARA O ESTADÃO