27.07.2018 | 11h00

STF virou ‘tema de campanha’

“À medida que o Supremo perde autoridade, seus adversários perdem a cerimônia. O tribunal deve escolher entre reformar-se e ser reformado”, avalia Conrado Hübner Mendes na Época. O colunista observa que a Corte virou tema inédito no debate eleitoral, mas atrai muita intuição e palpite. “O STF precisa de uma boa reforma, não de qualquer reforma”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO