19.04.2018 | 16h18

STF nega recurso a Maluf (mas ainda não acabou…)

O Supremo Tribunal Federal acaba de negar, nesta quinta-feira, 19, os embargos infringentes solicitados pela defesa do deputado afastado Paulo Maluf. O placar final foi de 6 votos a 5, com o 6° voto, decisivo, tendo sido proferido pela presidente da Corte, Cármen Lúcia.

Em seguida, porém, o ministro relator, Édson Fachin, defendeu que fosse concedida a prisão domiciliar humanitária a Maluf. A sessão foi suspensa para o intervalo regimental.


VOLTAR PARA O ESTADÃO