21.08.2018 | 18h06

STF mantém Dirceu solto

Condenado em segunda instância pelo TRF-4 a 30 anos e 9 meses pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito da Operação Lava Jato, o ex-ministro José Dirceu permanecerá em liberdade até que seus recursos seja julgados pelo STJ. Nesta terça-feira, a Segunda Turma do STF decidiu por 3 votos a 2 que Dirceu e o ex-assessor do PP João Cláudio Genu não devem ser presos, já que as penas de ambos podem ser revistas na instância superior.  Confira no Blog do Fausto.


Mais conteúdo sobre:

José DirceuSTF
VOLTAR PARA O ESTADÃO