25.03.2018 | 08h26

‘STF evitou confronto com Poder no regime militar’

Em novo livro, a ser lançado em abril, intitulado Tanques e Togas (Ed. Cia. das Letras), o jornalista Felipe Recondo, sócio e diretor do site Jota, relata as tensões entre o Supremo Tribunal Federal e o regime militar, nos anos 1960 e 1970.

“O Supremo conviveu, em diversos episódios e em diferentes momentos da história, com uma máxima bem resumida num voto do ministro Nelson Hungria diante do golpe que atingiu o presidente Café Filho. Os tanques e as baionetas do Exército “estão acima das leis, da Constituição e, portanto, do Supremo Tribunal Federal”, afirma Recondo, em artigo sobre o livro assinado por ele mesmo, na  Folha de S.Paulo deste domingo, 25. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO