10.08.2018 | 07h32

STF espeta conta de R$ 4,1 bi

O impacto do reajuste proposto pelos ministros do STF a seus próprios salários pode chegar a R$ 4,1 bilhões (bem maior, portanto, que o que a Lava Jato recuperou em desvio de recursos, na comparação estapafúrdia feita por Ricardo Lewandowski para justificar o injustificável). O cálculo consta em reportagem do Estadão, se refere aos servidores dos três Poderes federais e não leva em conta o efeito-cascata para servidores estaduais e municipais.

Já a Folha fez um outro recorte, incluindo o repique inflacionário sobre o salário mínimo e o impacto em aposentadorias que mostra que o gasto extra decorrente do reajuste pode chegar a R$ 42 bilhões.


VOLTAR PARA O ESTADÃO