14.03.2019 | 19h10

STF decide que Justiça Eleitoral julgará corrupção em caixa dois

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal decidiu que crimes como corrupção e lavagem de dinheiro serão julgados pela Justiça Eleitoral quando estiverem relacionados com caixa dois de campanhas eleitorais. Os votos favoráveis à decisão foram de Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski, além do presidente Dias Toffoli que desempatou a questão. Contrários votaram Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia e Luiz Fux, que defenderam que seria responsabilidade da Justiça Federal processar crimes como corrupção, mesmo envolvendo campanhas eleitorais.


Mais conteúdo sobre:

STFJustiça eleitoralcaixa dois
VOLTAR PARA O ESTADÃO