28.02.2019 | 21h24

Sou da Paz: ‘Sinal da dificuldade em conviver com a diferença’

O Instituto Sou da Paz também criticou o recuo de Sergio Moro na nomeação da cientista política Ilona Szabó para assumir uma suplência no Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. Em nota, a entidade disse que Ilona “é reconhecidamente uma das profissionais do campo da segurança pública mais empenhadas na construção de um Brasil mais justo e menos violento” e que a decisão do ministro foi um “desrespeito”.

“O governo abdica da contribuição de quem diariamente colabora para a solução do problema e dá sinais claros da dificuldade tremenda em conviver com a diferença de ideias”, disse.

Documento



VOLTAR PARA O ESTADÃO