11.11.2018 | 14h46

‘Sonho meu, sonho meu’

Sonho do presidente do PSOL, Juliano Medeiros, para o futuro dos partidos de esquerda brasileiros: seguir o exemplo dos portugueses do Bloco de Esquerda para formar uma frente de oposição contra governos considerados de direita. “Diante da ofensiva neoliberal na Europa o BE teve maturidade suficiente para formar uma frente com outros partidos em defesa dos direitos. Oxalá a esquerda brasileira consiga o mesmo aqui”, disse.

Por aqui a missão de reunir nomes como Ciro Gomes (PDT), Gleisi Hoffmann (PT), Fernando Haddad (PT), além dos psolistas e outros partidos de esquerda parece bem mais complicada. No segundo turno das eleições, por exemplo, não houve acordo.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Juliano MedeirosPsol
VOLTAR PARA O ESTADÃO