07.08.2018 | 12h44

Sobrou o ex-prefeito de SP

O histórico da bateção de cabeça sobre a chapa presidencial petista dentro do partido incluiu o ex-governador Jaques Wagner, passou por Gleisi Hoffmann, Fernando Pimentel, Ciro Gomes e culmina oficialmente com Fernando Haddad, resgata o Valor.

“Sem Jaques, Ciro ou Gleisi restou o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Mesmo tendo perdido a reeleição em São Paulo, o fato é que Haddad governou a cidade com o maior número de votos do país e hoje apresenta alguma recuperação eleitoral”, escreve Raymundo Costa.


VOLTAR PARA O ESTADÃO